Como lidar com as férias e o fim delas?

O final do ano é marcado por festas e pela tão esperada férias, mas como lidar com as férias e o fim delas? Essa é uma pergunta que acredito não ter uma resposta certa, mas sem dúvida existe maneiras divertidas, e até surpreendentes que permitem fazer com que o período de descanso seja incrível e cumpra o objetivo desejado.

Quando a tão esperada férias está se aproximando, uma sensação de liberdade e felicidade toma conta do nosso ser, é a certeza da compensação pelo dever cumprido, e isto permite planejarmos momentos incríveis e muitas vezes inesquecíveis, mas tudo que tem um início também precisa de um fim, e é aí que temos àquela sensação de impotência, tristeza, de querer continuar na vida que pedimos à Deus. Realizar o planejamento das férias, contribui muito para que o período de descanso seja vivido de maneira leve, tranquilo e feliz. Vamos a um exemplo:

Um casal está querendo sair de férias, o que sabemos até o momento é que:

  • eles terão 15 dias;
  • querem viajar para a praia;
  • ambos voltam a trabalhar em uma Segunda-Feira;
  • eles não possuem filhos;
  • adoram dormir;
  • irão de avião;
  • querem sair da rotina;

Com base nas informações acima, para que as férias sejam bem aproveitadas e para que o retorno não seja “traumático”, é importante que o casal planeje o início e principamente o fim das férias. Existem várias maneiras de planejar, e abaixo segue alguns pontos fundamentais:

  1. Como eles terão 15 dias de férias, é importante que agendem o início das férias e comprem a passagem de avião para o destino escolhido, em uma Sexta-Feira a noite, assim ganharão mais dois dias (Sábado e Domingo) para se deliciarem na praia.
  2. Já que o casal não possue filhos, podem optar pelos voos noturnos e até na madrugada, que normalmente são mais baratos. Toda economia é válida, né?
  3. Antes de viajarem, é importante decidirem a cidade que irão passar as férias, para que possam decidir o meio de transporte que irão utilizar, o hotel onde irão se hospedar, os passeios que irão realizar, a roupa que irão levar e assim por diante.
  4. Se à opção for alugar um carro, é muito válido dar uma pesquisada antes de chegar na cidade escolhida. Existem muitas empresas que oferecem esse serviço com ofertas bem distintas.
  5. Sobre os passeios, sugiro dar uma olhada na internet antes, ver as opções, preços, mas deixar para fechar no local, assim é possível negociar e não ficar “preso”, caso surja uma opção mais atrativa.
  6. Caso o casal volte a trabalhar em uma Segunda-Feira, uma sugestão é marcar o voo de volta para o Domingo de manhã, assim é bem tranquilo chegar, desfazer as malas, lavar as roupas, curtir uma preguiça, ver um filme, dormi bem e aí sim, estarão renovados e nem sentirão o fim das férias.
  7. Uma sugestão divertida para não sentir que as férias chegaram ao fim, é programar um encontro de amigos para um dia antes do retorno ao trabaho, assim, vai parecer apenas que você está em um happy hour semanal.

É claro que retornar dias antes das férias terminarem, proporciona um descanso melhor e readaptação da realidade, mas em contrapartida se perde alguns dias que poderiam ser aproveitados no destino escolhido, mas depende muito do ritmo da pessoa que está saindo de férias. Acredito que a motivação para não se entristecer com o fim das férias, é ter a certeza que voltar a trabalhar te dará como resultado mas dias de descanso, e a oportunidade de repetir a dose e em um lugar diferente.

Acredite tudo que é mais trabalhoso de se conquistar é mais gostoso de se aproveitar. O que para muitos é o fim, para outros é apenas o começo de uma conquista pelo trabalho realizado!

Desejamos um Feliz Ano Novo com muita paz, harmonia e felicidade!

Fonte imagens: https://pixabay.com

Siga-nos 🙂

Quando o filho te pede um colinho!

Ser mãe é uma missão incrível e requer muito amor, paciência e coragem. Os filhos nascem, crescem e quando menos esperamos eles já se tornaram grandes o suficiente para que não caibam mais nos nossos braços, mas quando o filho te pede um colinho, ele apenas quer ter certeza que nunca foi esquecido por você!

A correria diária é a grande responsável por deixarmos tantos detalhes, relacionados aos nossos filhos, de lado. E quando já temos um filho que é independente, não usa fralda, anda, fala, toma banho sozinho, escolhe a sua própria roupa, a pressão que submetemos nele é absurdamente grande. É inconsciente acharmos que os filhos devem fazer tudo sozinhos, afinal já cresceram e não são bebês, mas muitas vezes eles preferem fingir que não conseguem fazer uma tarefa, apenas para terem certeza do colinho de mãe, nem que seja por alguns minutos.

 

Pensando nisto tudo, busco a cada dia ser bastante presente na vida da minha filha, parando o meu tempo para me dedicar exclusivamente à ela, e olha que tenho uma vida como as de muitas mães, bem atarefada, mas percebo que o tempo passa tão rápido que se eu deixar para dar uma atenção sempre no outro dia, quando eu menos esperar o outro dia já será tarde, a minha filha já terá se tornado uma mulher e quem não irá querer mais uma colinho dengoso, será ela.


E aprendi também que quando o filho te pede um colo é porque ele realmente quer ter certeza que você o ama. É um momento que ele precisa do seu abraço, do seu beijo, da sua atenção e devemos sim parar tudo para nos dedicarmos à eles, isto fará toda a diferença. E quando falo pararmos tudo, é reservar duas horas do nosso dia para nos dedicarmos à eles, seja brincando, lendo um livro, indo ao cinema, levando ao parque, dormindo juntinho, o importante é que saibamos ser mães de verdade.

Fonte imagens: https://pixabay.com

Siga-nos 🙂

Annita, beleza e celulite.

Em cada século padrões de beleza, comportamento e ética são criados, consolidados e aceitos. Com o passar do tempo esses padrões vêm se atualizando cada vez mais velozmente. Seguindo o ritmo de nossa sociedade. Esta consolidação passou de séculos para gerações, depois para décadas e hoje podemos ver até padrões nascendo, se consolidando e morrendo anualmente.

Os padrões atuais ainda cultuam mulheres impossíveis, de cinturas finíssimas, em comparação ao quadril. Quadril este, que deve ser avantajado, com bumbum redondo, quase na nuca e tão duro como um bíceps malhado. Os seios devem ser fartos e desrespeitar a gravidade. Os lábios precisam ser carnudos, as coxas grossas e musculosas. Ah, e não podemos esquecer dos cabelos, que devem ser lisos, brilhantes e com penteados de salão diariamente.

parabéns Anitta por se amar.

Para construir essa mulher impossível, abre-se mão de tempo, auto-amor e saúde. E a métrica usada para o sucesso é a quantidade de likes e comentários em cada post em uma das inúmeras redes sociais.

A busca incansável pela beleza, que é mutável a cada século, geração, ano ou circulo social, precisa ser observada sempre. Pois tem se tornado um cancerá e destruído principalmente as mulheres.

Afinal, o que é beleza?

“Apesar de não haver consenso sobre o que significa ser bela, por se tratar de um conceito subjetivo, o qual varia a cada cultura, já que a estética corporal é um elemento cultural que muda com cada representação de mundo (Queiroz & Otta, 2000)” – Corpos em revista: a construção de padrões de beleza na Vogue Brasil

E uma forma de ampliar nosso conceito de beleza é passar a consumir conteúdos os quais valorizem belezas naturais e respeitem o biótipo e as limitações sociais, culturais e humanas de cada um.

Pois como dito, na monografia de conclusão do curso de psicologia, O CORPO PERFEITO E SEU PROCESSO DE  CONSTRUÇÃO PSICO-SÓCIO-CULTURAL

“Na maioria das vezes, é mais fácil aceitar o que é imposto de fora, como aceitar os valores do outro do que enfrentar os fantasmas que circundam a singularidade de cada um. Desta forma alguns valores são compartilhados coletivamente sem respeitar a singularidade do sujeito, como por exemplo, a busca por um corpo tido como perfeito e idealizado pela sociedade.

Freud (1914) esclarece que o narcisismo do indivíduo surge deslocado em direção a um ego ideal. Considera que o sujeito na fase infantil, fixa um ideal em si mesmo e permanece em contato com seu ego real, mas com o tempo, com seu desenvolvimento, o sujeito começa a reconhecer idéias culturais e éticas como um padrão a ser seguido por si próprio, com base nas exigências impostas pelo meio externo.”

Deixamos abaixo alguns perfis, de pessoas humanas e naturais, que buscam uma beleza que respeita seus próprios corpos e o que elas são de verdade. Este é um convite a apreciarmos e a aceitarmos o natural de cada corpo.

https://www.instagram.com/nonairbrushedme

https://www.instagram.com/karinairby

https://www.instagram.com/japanesee

https://www.instagram.com/bebody_positive

 

 

 

 

 

Siga-nos 🙂

Inspiração para brilhar no palco!

Inspiração para brilhar no palco é um dos segredos de toda dançarina, que antes de se apresentar busca no fundo da sua alma uma inspiração que a move e a permite flutuar como se não tivesse amanhã.

Toda dançarina aprende desde os seus primeiros passos de dança que é preciso sentir a música e se entregar de corpo e alma. A técnica é muito importante, mas o deixar-se mover pelo ritmo, instrumentos, energia são fundamentais para que a dança seja a mais linda de ser executada.

A dança nos ensina que a postura é o portfólio para uma boa impressão no palco, que o sorriso é a comunicação sem fala com o público, que os braços são a moldura do corpo que dança, que a leveza de um giro é o momento de compartilhar as energias acumuladas, que o figurino e a maquiagem são o par perfeito de toda dançarina, e que a execução de uma coreografia ou improviso é a concretização de um trabalho entre o intelecto, corpo e alma, que juntos abrilhantam os olhos de quem vê.

E neste mundo da arte da dança, a inspiração é um artifício incrível para que a dança se torne ainda mais intensa e indiscritível. Existem as dançarinas que se inspiram em outras dançarinas; Outras se inspiram em grandes pensadores, que com os seus pensamentos levam o corpo a mover-se por si só; Outras a inspiração vem de lembranças da infância, onde momentos incríveis são resgatados e colocados na ponta dos pés, e assim por diante.

Se libertar e se entregar quando se dança é permitir-se voar sem ter asas, é compreender que o universo conspira a favor de quem acredita que tudo é possível com persistência e um coração repleto de paz e amor.

Inspiração significa buscar por algo que te motive a agir.

Fonte imagem: https://pixabay.com

Siga-nos 🙂