A arte sensual do amor [NSFW]

Todo relacionamento tem entres seus pilares base a confiança. Sobre este pilar, e outros, uma solida relação é construída. A cozinha como arte tem um pilar muito importante também, o amor. Cozinhar com amor é cozinhar para nós, como diria Rita Lee em amor e sexo: “…Amor vem de nós, e demora…”. Quando digo para nós, não é uma forma excludente do outro, mas sim uma inclusão, pois cozinhamos para oferecer a quem amamos o prazer e o conforto do alimento, dai o para nós.

Cozinhar não necessariamente escolher vários ingredientes, junta-los, passá-los por algum processo, montá-los e servi-los em uma bela apresentação. Cozinhar as vezes é apenas escolher o que nos encantará.

Muitas vezes, não estamos realmente “presentes” nas refeições. Sentados a mesa da sala, com a TV ligada, ou com o celular a mão, apenas mastigamos e engolimos o que tem no prato, sem nenhum cuidado e dedicação aos sabores, texturas e aromas do prato.

Estamos próximos de uma data dedicada ao relacionamento, deixemos por hora as questões comerciais da data, e os convido a  praticar o amor a cozinha nesta data. E já me desculpando pelo trocadilho, é um excelente momento para sermos/estarmos “presentes”.

E esta é ainda uma boa data para testar aquela confiança do seu relacionamento. Os alimentos, in natura, tem aromas, sabores, texturas, suculências e notas completamente distintas e únicas, as quais muitas vezes por descuido ignoramos. Um morango maduro tem aroma adocicado, é suculento, mas tem textura externa firme e porosa com algumas saliências que estimulam a pele nua ao toque. Mas a boca, após a mordica, é úmido e delicioso. Sua pessoa amada, devidamente vendada, seria capaz de distinguir entre o toque firme de um morango e o aveludado de um pêssego, correndo pelo próprio  corpo?

Como seriam suas reações ao receber uma bela camada de mel, morno, frio ou gelado, pingando sobre a pele? Quais sensações únicas e instigantes ela sentiria? Claro que temos que limpar toda essa bagunça, mas também não podemos desperdiçar o alimento, logo sugiro limpar diretamente com a boca.  

Uma boa seleção variada de frutas, mel, iogurte, queijos e um bom espumante ou vinho, podem ser bons coadjuvantes em uma noite romântica, picante e inesquecível para o próximo dia dos namorados.

Para inspirar, segue uma curadoria de projetos sensuais para apreciarmos e percebermos que há beleza em todos os corpos.

Série bom dia do site papo de homem?

Projeto 365nus.com

fontes: papo de homem e projeto 365nus

 

Siga-nos 🙂

Junior de Castro

Viciado em pessoas, ainda em construção e sempre em busca de mais empatia. Cozinheiro, aprendiz de aquarela e com ideias para dividir :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *