Desapegar para alcançar outras fronteiras!

Há alguns anos aprendi que o desapego é fundamental para que se possa viver uma vida de progresso, desapegar para alcançar outras fronteiras é um dos caminhos para viver o hoje sem se prender ao que passou.

E falar em desapego não é necessariamente abandonar todos os bens materiais e sair por aí vagando, conversando com a natureza e vivendo da luz. Desapegar é não deixar que bens materiais, pessoas ou idéias prendam a sua liberdade de pensar, agir, construir e de ir aonde desejar. É poder se livrar de vez das angústias impostas pela sociedade, poder ser quem você é na sua essência, deixar que o universo leve quem ele queira, sem que você se sinta culpado ou com remorso, é gostar de quem gosta de você, é saber se amar acima de tudo e perdoar o próximo.

Quando passamos por essa experiência de desapego, conseguimos alcançar fronteiras jamais imagináveis. Nos tornamos pessoas melhores, mais ligadas ao que de fato importa. Somos levados a pensar e agir de maneira prática e não só teórica, a nossa intensidade por viver cada dia como se fosse o último se multiplica, e a nossa missão se torna ainda mais desafiadora. Mas, sabemos que por vivermos em uma sociedade com regras, temos que nos adaptar, precisamos trabalhar para termos dinheiro para educação, saúde, transporte e precisamos nos relacionar, porém podemos fazer tudo isto sem perder o que de fato nos move, a nossa virtude, a nossa vontade de viver e superar a nós mesmos. Não somos obrigados a conviver com pessoas que nos sufocam ou que não queiram crescer conosco, somos livres para fazer as nossas escolhas, sempre buscando a felicidade e o amor em sua plenitude.

Precisamos ter cuidado para não tornar o desapego uma automutilação, uma aventura solitária e egoísta, não é isto! A idéia é construir um caminho leve, maduro, consistente, que tenham pessoas ao nosso redor sim, mas que compartilhem das mesmas virtudes ou de virtudes parecidas. É estar preparado para perder alguém ou alguma coisa, e saber que para tudo existe um recomeço. É andar de cabeça erguida e ter coragem para conquistar novas fronteiras, para enfrentar novas dificuldades, estar pronto para toda e qualquer mudança e ter a certeza que quando mudamos, temos uma nova oportunidade de fazer melhor.

Para cada desapego existe uma nova oportunidade de recomeço, só depende de nós agarrarmos essa oportunidade e seguimos em frente, e sempre em frente.

Fonte imagens:https://pixabay.com

Siga-nos 🙂

Karla Constantino

Mulher, mãe, bailarina, aventureira, amante por viagens, louca por novos desafios e apaixonada pela vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *