O Big Brother da vida como ela é!

Você já parou para pensar que pode estar sendo observado 24 horas do seu dia? Que coisas que pensa que só você sabe, estão sendo vistas por milhares de pessoas? Que privacidade é um conceito que não existe mais? Será que estamos vivendo um Big Brother da vida como ela é?

Não estamos tão distantes de fazermos parte de um Big Brother, onde somos vigiados o tempo todo, onde todas as nossas atitudes são mapeadas e estudadas por computadores de alta performance. Se pensarmos que há aproximadamente doze anos não existia a Internet e que nossa vida era mais “nossa”, lembraríamos que éramos muito mais partes de um sistema onde ajudávamos a construir a história, e que hoje com tantas outras tecnologias e a Internet, nos tornamos apenas “marionetes” de um sistema que mal sabemos em que pé está.

No filme, atualmente em cartaz, o Círculo retrata um pouco desta falta de privacidade que é vendida como excesso de segurança. Onde jovens são convidados a fazer parte de uma empresa que oferece o “paraíso” em troca da transparência de suas vidas, mas até que ponto isto é positivo?

Imaginemos que usássemos uma câmera fincada em nosso roupa, onde conviveríamos com ela 24 horas e todos os momentos seriam registrados, inclusive momentos íntimos, mas em contra partida viveríamos em um mundo sem mentiras, onde tudo e todos seriam expostos para o mundo todo. Seríamos capaz de encontrar bandidos perigosos, de saber aonde os filhos andam, mas todos teriam acesso irrestrito à nossa vida e de nossos familiares, momentos íntimos, brigas, reações, tudo em realtime, sem pausas.

Difícil de pensar se teríamos mais bônus ou mais ônus neste Big Brother, mas acho que passaríamos a ser pessoas frias, com frases prontas ao acordar, ao dormir. Agiríamos sempre com a razão para não sermos vistos e nem julgados pelo mundo, talvez não nos envolveríamos com ninguém para não expor nossa intimidade. Nos tornaríamos robôs em constante manutenção, sem coração, sem amor, sem piedade…

Será que foi para isto que a nossa humanidade foi criada?

Que já estamos entrando em uma era de Big Brother, isto não tem como fugir, mas que ainda temos a nossa liberdade de escolha e de privacidade, isto ainda é uma realidade! Vamos aproveitar porque não sabemos quanto tempo irá durar!

Fonte imagens: https://pixabay.com

Siga-nos 🙂

Autor: Karla Constantino

Mulher, mãe, bailarina, aventureira, amante por viagens, louca por novos desafios e apaixonada pela vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *