Muay thai também é para as mulheres!

Há quase três anos tive à oportunidade de conhecer e praticar à arte marcial tailandesa Muay thai. Sempre gostei de fazer aulas em grupo, onde pudesse unir o exercício à sociabilização, mas em especial as lutas sempre me encantaram. Então comecei a praticar o Muay thai, com dois objetivos em vista, perder peso e desestressar. Adianto que o que era apenas objetivos simples se transformou em uma paixão enlouquecedora. Vamos a história!

O começo

As primeiras aulas de Muay thai foram “esquisitas”, primeiro porque não conhecia ninguém, segundo porque não tinha material completo e terceiro porque só tinham homens no tatame. Mas com o tempo fui percebendo que dos três fatores citados apenas o segundo era relevante, isto porque já nas primeiras aulas podia contar a quantidade de hematomas pelo meu corpo, afinal eu não tinha o material completo para o treino. O primeiro fator foi solucionado já nas primeiras aulas, onde já conhecia todos e nos divertíamos muito nas aulas. O terceiro fator até me ajudou a enxergar a arte marcial como uma verdadeira escola para toda a vida, pois vivenciei dia a dia o respeito de todos por mim e ao mesmo tempo a seriedade pelo Muay thai que todos tinham, não importando para eles que eu era uma mulher e sim que eu era mais uma pessoa que estava ali com foco e paixão pela arte marcial. Cada aula era única, o professor nos passava os exercícios com muita clareza e em duplas íamos praticando. Entre jebs, diretos, cruzados e chutes ia me aperfeiçoando e limpando os meus golpes, persistindo mesmo quando não era muito assertiva nos meus movimentos, mas sempre confiante de conquistar os meus objetivos e seguir em frente.

Com o passar das aulas, fui aprendendo cada vez mais, me apaixonando, percebendo que a luta nos convida a conhecê-la, convidei algumas amigas para frequentar as aulas, fui me graduando e entendendo que tudo é possível quando se tem determinação e persistência.

Sobre o fato de ser mulher no tatame

A pergunta que me fazem até hoje é sobre: como é lutar com homens? Eles machucam as mulheres? Bem, eu sempre pensei que se estamos dispostos a fazer algo, temos que dar o primeiro passo e fazer, sem julgamentos ou receios. Eu sempre quis lutar, então comprei a minha luva e fui para à aula. O treino de Muay thai que sempre pratiquei nunca diferenciou mulheres de homens, sempre foi o mesmo treino, todos juntos e misturados, e isto sempre me motivou muito a continuar e a melhorar a minha performance. Nas minhas primeiras aulas, eu era a única mulher, mas sempre quis que “eles” treinassem comigo sem “dó”, apenas com respeito. E assim foi feito. Apanhei muito, levei soco na cara, muito chute nas costelas, coxa, panturrilha e cabeça. Apanhei até o momento em que aprendi a me defender e agradeço à eles por terem me tratado de igual para igual, somente assim construi toda uma paixão por esta arte e o mais importante o respeito incondicional por todos dentro do tatame, independentemente do sexo. O fato de ser mulher para mim nunca afetou a minha vontade de lutar.

Muitas mulheres tem medo de começar as aulas porque podem se machucar, e o que posso falar a respeito é que se você não quer se machucar, é melhor não começar a lutar, porque o Muay thai é uma luta de contato, e vai acontecer sim de um soco acertar o rosto ou um chute pegar de jeito na costela. É uma arte que exige muita disciplina, atenção e treino, mas se mesmo assim você quiser realmente praticar esta arte fenomenal, siga em frente e a dica valiosa é: equipe-se em todos os treinos e seja feliz!

Os benefícios

Vamos falar dos benefícios do Muay thai na vida de nós mulheres. A maioria das mulheres buscar a luta como uma forma de exercício físico, como foi o meu caso, mas os benefícios são muito maiores.

Quando lutamos liberamos alguns hormônios, dentre eles temos à endorfina e a catecolamina (adrenalina e noradrenalina), que nos relaxam e aceleram o nosso metabolismo. Além da liberação destes hormônios, praticar Muay thai:

– Desestressa;

– Aumenta à agilidade mental;

– Permite fazer novas amizades;

– Auxilia na perda de peso;

– Aumenta a circulação sanguínea;

– Melhora a coordenação motora;

– Dá mais força muscular;

– Encorajamento;

– Autoconfiança;

– Flexibilidade;

– Disciplina

Sem dúvida alguma é uma arte incrível que permite à nós mulheres nos tornarmos mais confiantes, fortes, corajosas, nos preparando ainda mais para erguer a cabeça sempre e seguir frente nas diversas circunstâncias da nossa vida.

Lutar não é só para homens, é para todos e para nós mulheres também. Porque luta é vida e a vida é para todos. Que o respeito seja o combustível para um mundo cada vez melhor.

Siga-nos 🙂

Karla Constantino

Mulher, mãe, bailarina, aventureira, amante por viagens, louca por novos desafios e apaixonada pela vida!

2 comentários em “Muay thai também é para as mulheres!

  • 10 de maio de 2017 em 07:24
    Permalink

    Toda mulher deveria ter o direito de fazer o que gosta, sem preconceitos, mais são poucas que se valorizam,são muito poucas que são guerreiras como vc, parabéns vc agindo assim, ajuda muitas mulheres á seguir o seu exemplo. Mais uma vez parabéns continue trilhando caminhos a serem seguidos.

    Resposta
    • 18 de maio de 2017 em 10:08
      Permalink

      Obrigada por expor a sua opinião! bjs

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *