O poder das mulheres bem resolvidas!

Uma mulher por si só já é um ser incrível, mas o poder das mulheres bem resolvidas é indiscritível, pois permite que elas sejam tudo o que desejarem, no tempo que se permitirem ser. É saber lidar consigo mesmo em primeiro lugar, e com as diversas situações que o universo lhe apresentar.

Ser resolvida é estar de bem com a vida, é andar de cabeça erguida, é marcar uma viagem sem pedir permissão, é saber arcar com todas as consequências de suas ações, é não ter medo do novo, é dar a cara a tapa e superar os seus próprios limites, é colher o que plantou e continuar a plantar, dia a dia. É ser uma expert na cama, é ser uma profissional de sucesso, é ser uma mãe exemplar, é ser uma filha companheira. É ser consciente, mas arriscar sem ter medo de errar. É compreender que o sucesso sem felicidade é fracasso. É se permitir ser tudo que desejas ser. É cair e saber levantar mais forte. É ser uma mulher que resolve problemas, que pensa grande e positivamente. É seguir em frente, mesmo que a vida induza a fazer uma curva. É compartilhar suas experiências e se sentir com a missão cumprida perante à sociedade.

E quando falamos de mulheres bem resolvidas, estamos falando de uma margem da sociedade equivalente à 80%, isto quer dizer, que a cada dia mais as mulheres estão buscando ser independentes, ser donas do seu próprio presente e assim serem as únicas responsáveis pelo seu futuro. São mulheres que se juntam e se empoderam mutuamente. Estão dispostas a multiplicar os seus ideais, suas experiências e suas virtudes. São profissionais liberais, mães, estudantes, senhoras, casadas, solteiras, donas de casa, enfim, são todas que entenderam que o poder está em suas mãos, em todas as areas da vida.

Compreender que ser uma mulher resolvida é estar em constante aprendizado. É o primeiro passo para a sua liberdade. Se amar dia a dia, será o seu alimento para a construção de uma vida muito mais plena e feliz. Ter amigos ao seu redor com conteúdo agregador para compartilhar, será sua força externa que te dará mais bagagem e segurança para persistir. Estar perto de pessoas positivas e que querem ir sempre além, lhe permitirá seguir sempre em frente.

Acreditar que você pode tudo que desejar, é um grande passo para que a sua vida comece a ser transformada, experimente hoje essa mudança em você, o poder está em suas mãos!

Fonte imagens: https://pixabay.com

Siga-nos 🙂

Mulher independente, eu quero ser!

Parece clichê, mas nos dias de hoje ainda me pergunto como algumas mulheres não correram atrás da sua independência, seja financeira ou pessoal. Mulher independente, eu quero ser é um assunto polêmico, que divide opiniões, mas bastante válido para ser explorado. Uma mulher independente se torna muito mais confiante, aprende a se virar em um mundo repleto de preconceitos e incertezas. Conquista seus bens materiais, com o seu esforço e se permite viver o vida que sempre desejou. Anda com a cabeça erguida e não leva desaforo para casa.

E conquistar esta independência não é uma regra imposta por ninguém, é algo que vem de dentro para fora. Existem muitas mulheres que ainda não conquistaram sua independência, mas que estão buscando. Existem outras que não procuram esta independência, vivem bem sendo dependentes de alguém, e existem outras que tem medo de alcançar a independência e enfrentar a vida de maneira nunca antes vivida.

É claro que toda decisão existe consequências, e que podem ser lidadas positivamente ou negativamente. Se tornar uma mulher independente, vai sim lhe oferecer muitas vantagens, mas também existirão cobranças, que precisam ser enfrentadas naturalmente e com maturidade. Por exemplo, se você conquistar a sua independência financeira, começará a pagar contas, a ter responsabilidades mensais, anuais e que só serão cumpridas se você for responsável e organizada, mas também poderá gerir o seu dinheiro e gastá-lo com o que bem entender, sem cobranças de ninguém.

Mas a independência não é só financeira, se tornar uma mulher “dona de si mesma” é uma das conquistas mais fantásticas que uma mulher pode ter. É se impor na sociedade, com suas ideias, virtudes, e saber discutir qualquer assunto sem precisar aceitar tudo que é dito. É marcar com seus amigos um happy hour e ir sem precisar dar satisfação à ninguém. É poder sair por ai e não ter hora para chegar, é se olhar no espelho e ter certeza que no mundo você controla você mesma, você se ama e pode fazer o que bem entender.

Não confundam esta tal independência com desrespeito ao próximo, não tem nada a ver com isto. O respeito ao outro deve existir para a mulher dependente ou independente, mas a liberdade da independência, esta sim não tem preço.

Uma mulher que se torna independente nunca mais irá desejar outra vida!

Fonte imagens: https://pixabay.com

Siga-nos 🙂