A arte de fazer arte com papel!

A arte de fazer arte com papel nos apresenta o origami, que é uma arte tradicional da cultura japonesa que consiste em fazer dobraduras com pequenos pedaços de papel. Animais, elementos da natureza, objetos e figuras humanas são produzidos através das dobraduras. Este tipo de artesanato é muito comum no Japão, porém se espalhou pelo mundo todo.

E alguns artistas são super reconhecidos por esta arte e por suas habilidades, que nos levam a ver concretizado, em pedaços de papel, o que parece ser impossível de se fazer, verdadeiras obras de arte, que exige muita criatividade e amor.

Vejam alguns artistas da arte do Origami:

Akira Yoshizawa, considerado o pai do Origami moderno. Akira aprendeu por conta própria a arte do origami quando criança e aos 26 anos largou o emprego para se dedicar em tempo integral aos seus origamis. Em 1954, com a publicação da sua primeira monografia, estabeleceu o sistema Yoshizana-Randlett de notação para dobras do origami, o qual tornou-se internacionalmente aceito como o padrão para diagramas de origamis.

Robert J. Lang, este norte-americano que estuda as técnicas de origami há mais de 40 anos e é considerado um dos mestres mais importantes do mundo, com mais de 500 projetos catalogados e diagramados. Autor e co-autor de 13 livros e diversos artigos sobre o tema, presta consultoria inclusive para problemas espaciais como sistemas de air-bags para telescópios e é membro honorário da Origami Society britânica. Ele inclusive foi o responsável por desenvolver para o Google, o Doodle em homenagem ao que seria o 101º aniversário de Akira Yoshizawa em 2012.

Herman Van Goubergen, nascido na Bélgica em 1961, é um dos grandes mestres modernos. Desde 1987 vem apresentando suas obras em convenções em diversos países. Obras estas que se caracterizam por uma jovialidade e de nem sempre serem o que parecem. Van Goubergen procura fugir das técnicas tradicionais de origami, sendo cada peça uma busca por desafiar as noções convencionais. Ele é entusiasta de um tipo de origami que não é muito difundido: o Mirrorgami (Origami com espelhos) e por todas as suas criações já publicadas nota-se que a evolução da arte está passando por ele.

 

Toshie Takahama, esta japonesa nascida em Tokyo em 1910, falecida em 1999, foi também durante sua vida uma especialista na arte do Origami reconhecida mundialmente. Escreveu diversos livros que hoje são clássicos na literatura origami, alguns dos quais sendo traduzidos para outras línguas. Também é apontada como uma das responsáveis pela aproximação e interação do origami oriental com o origami ocidental e também como grande difusora do origami oriental no ocidente.

Fonte imagens: http://www.minias.com.br/

Siga-nos 🙂