O poder das mulheres bem resolvidas!

Uma mulher por si só já é um ser incrível, mas o poder das mulheres bem resolvidas é indiscritível, pois permite que elas sejam tudo o que desejarem, no tempo que se permitirem ser. É saber lidar consigo mesmo em primeiro lugar, e com as diversas situações que o universo lhe apresentar.

Ser resolvida é estar de bem com a vida, é andar de cabeça erguida, é marcar uma viagem sem pedir permissão, é saber arcar com todas as consequências de suas ações, é não ter medo do novo, é dar a cara a tapa e superar os seus próprios limites, é colher o que plantou e continuar a plantar, dia a dia. É ser uma expert na cama, é ser uma profissional de sucesso, é ser uma mãe exemplar, é ser uma filha companheira. É ser consciente, mas arriscar sem ter medo de errar. É compreender que o sucesso sem felicidade é fracasso. É se permitir ser tudo que desejas ser. É cair e saber levantar mais forte. É ser uma mulher que resolve problemas, que pensa grande e positivamente. É seguir em frente, mesmo que a vida induza a fazer uma curva. É compartilhar suas experiências e se sentir com a missão cumprida perante à sociedade.

E quando falamos de mulheres bem resolvidas, estamos falando de uma margem da sociedade equivalente à 80%, isto quer dizer, que a cada dia mais as mulheres estão buscando ser independentes, ser donas do seu próprio presente e assim serem as únicas responsáveis pelo seu futuro. São mulheres que se juntam e se empoderam mutuamente. Estão dispostas a multiplicar os seus ideais, suas experiências e suas virtudes. São profissionais liberais, mães, estudantes, senhoras, casadas, solteiras, donas de casa, enfim, são todas que entenderam que o poder está em suas mãos, em todas as areas da vida.

Compreender que ser uma mulher resolvida é estar em constante aprendizado. É o primeiro passo para a sua liberdade. Se amar dia a dia, será o seu alimento para a construção de uma vida muito mais plena e feliz. Ter amigos ao seu redor com conteúdo agregador para compartilhar, será sua força externa que te dará mais bagagem e segurança para persistir. Estar perto de pessoas positivas e que querem ir sempre além, lhe permitirá seguir sempre em frente.

Acreditar que você pode tudo que desejar, é um grande passo para que a sua vida comece a ser transformada, experimente hoje essa mudança em você, o poder está em suas mãos!

Fonte imagens: https://pixabay.com

Siga-nos 🙂

Muay thai também é para as mulheres!

Há quase três anos tive à oportunidade de conhecer e praticar à arte marcial tailandesa Muay thai. Sempre gostei de fazer aulas em grupo, onde pudesse unir o exercício à sociabilização, mas em especial as lutas sempre me encantaram. Então comecei a praticar o Muay thai, com dois objetivos em vista, perder peso e desestressar. Adianto que o que era apenas objetivos simples se transformou em uma paixão enlouquecedora. Vamos a história!

O começo

As primeiras aulas de Muay thai foram “esquisitas”, primeiro porque não conhecia ninguém, segundo porque não tinha material completo e terceiro porque só tinham homens no tatame. Mas com o tempo fui percebendo que dos três fatores citados apenas o segundo era relevante, isto porque já nas primeiras aulas podia contar a quantidade de hematomas pelo meu corpo, afinal eu não tinha o material completo para o treino. O primeiro fator foi solucionado já nas primeiras aulas, onde já conhecia todos e nos divertíamos muito nas aulas. O terceiro fator até me ajudou a enxergar a arte marcial como uma verdadeira escola para toda a vida, pois vivenciei dia a dia o respeito de todos por mim e ao mesmo tempo a seriedade pelo Muay thai que todos tinham, não importando para eles que eu era uma mulher e sim que eu era mais uma pessoa que estava ali com foco e paixão pela arte marcial. Cada aula era única, o professor nos passava os exercícios com muita clareza e em duplas íamos praticando. Entre jebs, diretos, cruzados e chutes ia me aperfeiçoando e limpando os meus golpes, persistindo mesmo quando não era muito assertiva nos meus movimentos, mas sempre confiante de conquistar os meus objetivos e seguir em frente.

Com o passar das aulas, fui aprendendo cada vez mais, me apaixonando, percebendo que a luta nos convida a conhecê-la, convidei algumas amigas para frequentar as aulas, fui me graduando e entendendo que tudo é possível quando se tem determinação e persistência.

Sobre o fato de ser mulher no tatame

A pergunta que me fazem até hoje é sobre: como é lutar com homens? Eles machucam as mulheres? Bem, eu sempre pensei que se estamos dispostos a fazer algo, temos que dar o primeiro passo e fazer, sem julgamentos ou receios. Eu sempre quis lutar, então comprei a minha luva e fui para à aula. O treino de Muay thai que sempre pratiquei nunca diferenciou mulheres de homens, sempre foi o mesmo treino, todos juntos e misturados, e isto sempre me motivou muito a continuar e a melhorar a minha performance. Nas minhas primeiras aulas, eu era a única mulher, mas sempre quis que “eles” treinassem comigo sem “dó”, apenas com respeito. E assim foi feito. Apanhei muito, levei soco na cara, muito chute nas costelas, coxa, panturrilha e cabeça. Apanhei até o momento em que aprendi a me defender e agradeço à eles por terem me tratado de igual para igual, somente assim construi toda uma paixão por esta arte e o mais importante o respeito incondicional por todos dentro do tatame, independentemente do sexo. O fato de ser mulher para mim nunca afetou a minha vontade de lutar.

Muitas mulheres tem medo de começar as aulas porque podem se machucar, e o que posso falar a respeito é que se você não quer se machucar, é melhor não começar a lutar, porque o Muay thai é uma luta de contato, e vai acontecer sim de um soco acertar o rosto ou um chute pegar de jeito na costela. É uma arte que exige muita disciplina, atenção e treino, mas se mesmo assim você quiser realmente praticar esta arte fenomenal, siga em frente e a dica valiosa é: equipe-se em todos os treinos e seja feliz!

Os benefícios

Vamos falar dos benefícios do Muay thai na vida de nós mulheres. A maioria das mulheres buscar a luta como uma forma de exercício físico, como foi o meu caso, mas os benefícios são muito maiores.

Quando lutamos liberamos alguns hormônios, dentre eles temos à endorfina e a catecolamina (adrenalina e noradrenalina), que nos relaxam e aceleram o nosso metabolismo. Além da liberação destes hormônios, praticar Muay thai:

– Desestressa;

– Aumenta à agilidade mental;

– Permite fazer novas amizades;

– Auxilia na perda de peso;

– Aumenta a circulação sanguínea;

– Melhora a coordenação motora;

– Dá mais força muscular;

– Encorajamento;

– Autoconfiança;

– Flexibilidade;

– Disciplina

Sem dúvida alguma é uma arte incrível que permite à nós mulheres nos tornarmos mais confiantes, fortes, corajosas, nos preparando ainda mais para erguer a cabeça sempre e seguir frente nas diversas circunstâncias da nossa vida.

Lutar não é só para homens, é para todos e para nós mulheres também. Porque luta é vida e a vida é para todos. Que o respeito seja o combustível para um mundo cada vez melhor.

Siga-nos 🙂

Liberte as “mulheres” que existem dentro de você!

Ser mulher exige muito mais do que nascer com o sexo feminino, exige sobreviver ao mundo de preconceitos, machismos e oportunidades escassas. Nascemos e somos criadas com a idéia de que ser mulher é ser dona de casa, esposa, mãe, submissa, que não podemos ter a nossa liberdade e que a nossa vida está totalmente ligada a alguém que nos sustenta. É uma triste realidade, não que ser dona de casa, esposa, mãe seja ruim, mas a maneira como as pessoas colocam estas tarefas atribuídas a mulher, e somente a ela, é que torna todo o contexto um fardo.

Ser mulher é muito mais do que seguir o padrão que a sociedade deseja, é estar disposta a ser verdadeiramente o que te move. É poder ser dona de casa, esposa, mãe, profissional, dançarina, lutadora, avó, líder, cuidadora, amiga e o que mais você desejar.

Screen Shot 2017-04-07 at 9.01.18 AM

Lembro-me que ainda na minha adolescência, resolvi jogar basquete, e fui sim julgada, questionada, afinal basquete era um esporte masculino, e foi quando devolvi o questionamento para a sociedade: Por que uma mulher não pode jogar basquete? E logo no final do segundo grau, resolvi largar o sonho de ser Advogada para ser Analista de Sistemas, e mais uma vez fui julgada e questionada, e devolvi o questionamento: Porque só os homens podem trabalhar com informática? E desde então entendi que toda mulher pode fazer o que ela bem entender e continuar sendo mulher, porque a essência vem de dentro para fora e não o contrário. A sociedade pode te condenar sim e muitas vezes pelo simples fato de não conseguir ser forte e sensível o suficiente para fazer o que você faz com maestria, mas a decisão de continuar sendo as mulheres que te movem, é só sua.

Sabemos que toda ação gera uma reação e estar preparada para assumir todas as consequências de ser uma mulher versátil é fundamental para a sua liberdade. Consequências como, de ser assediada trabalhando em uma empresa de engenharia civil ou de não ser reconhecida como uma excelente árbitra em uma partida de futebol, apenas pelo fato de ser mulher. Resiliência, é essencial para que você continue a mover as mulheres que existem dentro de você, com muita dedicação e amor.

Sensibilidade, força, liberdade, determinação, independência, coragem são sim características de mulheres versáteis, que não se bastam sendo uma só, mas se realizam sendo várias mulheres. E sobre fazer atividades antes atribuídas apenas aos homens? Sinceramente, acho digno, da mesma maneira que acho digno um homem cuidar de uma casa e dos filhos, por exemplo.

A vida é sua e tornar-se uma mulher versátil só depende de você, na hora que você desejar. Liberte as mulheres que existem dentro de você e seja ainda mais feliz.

Siga-nos 🙂